Início > Notícias > Servidores solicitam moção de apoio à greve pelos vereadores na Tribuna Popular
Servidores solicitam moção de apoio à greve pelos vereadores na Tribuna Popular

Passados 36 dias em greve, após proposta indecente de reajuste do governo, servidores em greve solicitam moção de apoio de vereadores, que deve ser votada no próximo dia 13.

Os servidores em greve da UFRGS, UFCSPA e IFRS participaram do espaço Tribuna Popular, na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, nesta quinta (02). Representando os técnicos em greve, discursaram sobre as pautas e reivindicações os servidores da UFRGS Igor Corrêa Pereira, coordenador de Imprensa da ASSUFRGS, e Mariane Quadros, do Comando Local de Greve.

O objetivo, além de contextualizar a situação dos servidores públicos federais aos parlamentares, foi buscas apoio às reivindicações da categoria.

“Nossas reivindicações são Data-Base, Política Salarial, Reposição das perdas inflacionárias de 27,3%, universidade aberta em três turnos com jornada de 30 horas para todos, reposicionamento dos aposentados e aprimoramentos no plano de carreira.  Foi só com a nossa greve que conseguimos uma primeira proposta do governo ao conjunto do funcionalismo federal no dia 25 de junho. Aliás, como sempre ocorreu, pois as conquistas do funcionalismo público só acontecem após muita luta. Nesta greve, a proposta de 21% de reajuste parcelado em 04 anos (que está sendo chamada de “proposta indecente”) foi rechaçada pela categoria e pelo conjunto do fórum de entidades do serviço público federal. Temos reunião marcada para o dia 7 de julho, na qual esperamos avançar nessa negociação”, enfatizaram os trabalhadores na Tribuna Popular.

Ficou encaminhado a votação de moção de apoio da bancada de vereadores gaúcha, que deve ir a plenário no dia 13 de julho.

Clique aqui e confira a íntegra do documento lido pelos servidores na Tribuna Popular.

 

 

Um comentário para "Servidores solicitam moção de apoio à greve pelos vereadores na Tribuna Popular"

  1. Valeri Brando julho 3rd, 2015 05:38 am Responder

    Olha gente, os funcionários reivindicando 27% . Isso não reivindicar, isso é rastejar mendigar a um governo que na calada da noite põe o congresso a trabalhar a seu favor.
    Pedir apoio na tribuna da assembléia também é uma coisa que sabidamente nós não deveríamos fazer.
    O governo concede a judiciário que inclui a policia federal mais 70% e aos militares mais de 50%. Isso a gente sabe o que significa.

Deixe seu comentário

Veja também