Início > Notícias > Universidade Federal da Fronteira Sul define em abril os seus primeiros cursos
Universidade Federal da Fronteira Sul define em abril os seus primeiros cursos

Neste mês de Abril a Universidade Federal da Fronteira Sul define oficialmente quais serão os seus primeiros cursos. Para o mês de Junho está previsto o concurso para contratação de técnicos e professores.

Neste mês de Abril a Universidade Federal da Fronteira Sul define oficialmente quais serão os seus primeiros cursos. Para o mês de Junho está previsto o concurso para contratação de técnicos e professores. Para Neuro Pereira, representante da Via Campesina no comitê pró-universidade, o próximo passo é participar ativamente na elaboração do projeto político pedagógico desta universidade.

“Nossa maior expectativa é a de que ela venha realmente a atender as nossas necessidades históricas. Aquelas necessidades diferenciadas para cada região. Que ela venha atender não apenas uma produção de conhecimento distante da realidade, mas sim uma produção de conhecimento que responda aos grandes anseios do povo atualmente”, diz.

Para Neuro, um dos desafios é fazer com a UFFS se diferencie das universidades convencionais. Para isso está sendo previstos cursos que contribuam para o desenvolvimento econômico e cultural de cada região especifica. “A gente vai tentar construir uma grade curricular para cada unidade distribuir cursos diferenciados de acordo com a vocação histórica de cada região. Por exemplo, a região das Missões, ali nós temos toda uma cultura rica que precisa ser resgatada. E cultura não só apenas em termos de manifestações de música e de dança, mas também com a reprodução da vida, com a produção de sementes, com a agricultura”, enfatiza.

Neuro também informa que será criado um conselho popular, o qual poderá ser instituído pelo próprio MEC. As exigências são de que este conselho mantenha autonomia em relação ao governo federal e a reitoria da Universidade. As unidades da UFFS estarão em cinco municípios: dois no Paraná – nos municípios de Laranjeiras do Sul e Realeza, um em Santa Catarina – no município de Chapecó e dois no Rio Grande do Sul – nos municípios de Erechim e Cerro Largo.

Por: Joel Felipe Guindani
Agência Chasque

Veja também