Início > Notícias > 21 de maio: dia de mobilização por melhores condições de saúde e segurança no Campus do Vale
21 de maio: dia de mobilização por melhores condições de saúde e segurança no Campus do Vale

ASSUFRGS, APG, DCE e ANDES/UFRGS organizaram na terça-feira,  21/05, no campus do Vale, mobilização por melhores condições de saúde e segurança no campus. A data marcou os seis meses do falecimento do estudante Zilmar da Costa Pereira, em 19 de novembro do ano passado, acometido por um mal súbito durante uma aula no Instituto de Física, [...]

ASSUFRGS, APG, DCE e ANDES/UFRGS organizaram na terça-feira,  21/05, no campus do Vale, mobilização por melhores condições de saúde e segurança no campus. A data marcou os seis meses do falecimento do estudante Zilmar da Costa Pereira, em 19 de novembro do ano passado, acometido por um mal súbito durante uma aula no Instituto de Física, no Campus do Vale da UFRGS.

A comunidade universitária ficou abalada pela lamentável perda humana e porque mais uma vez ficou evidente que as condições de saúde, segurança e acesso no campus seguem precárias.

 Comprovou-se, da pior maneira, a necessidade de uma unidade médica devidamente equipada e preparada para situações de urgência, além de uma unidade móvel e um número de telefone de emergência do próprio Campus.

 O Campus congrega diariamente de 15 a 20 mil pessoas e isso por si só justifica a necessidade de uma estrutura adequada. Mas além disso, são numerosas as atividades aí desempenhadas que sinalizam situações de risco.

 O trágico falecimento do acadêmico Zilmar suscitou mobilização, realização de reuniões, debates e abaixo-assinado. Mas, passados seis meses, tudo continua igual. Segundo nota da Reitoria expedida na época, o procedimento padrão previsto é “chamar uma ambulância”. 

E aí? Esperamos quanto tempo até que o veículo chegue? Cruzamos os dedos e torcemos para que tudo acabe bem? Desde o falecimento de Zilmar, houve outras ocorrências que requeriam atendimento emergencial de profissionais médicos e/ou paramédicos. Continuaram sendo resolvidas na base da improvisação e na solidariedade de colegas, amigos, funcionários. Felizmente, não aconteceu o pior. Mas até quando vamos continuar apostando na sorte?

 A premência das questões de saúde, segurança e acesso no Vale não podem cair no esquecimento até o próximo desfecho trágico. É necessário mobilização para que estas questões sejam tratadas como vitais!

É o que motivou ASSUFRGS, APG, DCE e ANDES/UFRGS a definir o dia 21 de maio como o  Dia de Mobilização pelas Condições de Saúde, Atendimento Médico, Segurança e Acesso no Vale! A conquista destas melhorias é tarefa da unidade e mobilização de todos nós: docentes, estudantes, funcionários!

 

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também