Início > Notícias > 8 de março: dia internacional de luta da mulher
8 de março: dia internacional de luta da mulher

Confira a programação.

8 de março: dia internacional de luta da mulher

14h – Sessão comentada do Filme AS SUFRAGISTAS 

Local: Auditório Térreo do IFRS, Campus Porto Alegre
Debatedoras: Professoara Dra. Monica Karawejczyk e Aline Ferraz

> Ato classista e independente dia internacional das mulheres

Dia 8 de março (terça), às 17 horas, no Largo Glênio Peres

“A luta das mulheres ontem e hoje!”

- Reforma da Previdência
Dilma: 10 anos nem pensar!
Somos mais da metade da população do país. Somos 103 milhões de brasileiras. Temos maior escolaridade. Mais de 9 milhões de nós, mulheres, possuímos mais de 15 anos de instrução. Somos chefe de família em mais de 40% dos lares no país. Infelizmente a condição de vulnerabilidade e desrespeito conosco aumento enormemente!

- A cada 2 horas uma mulher
é assassinada no Brasil
Recebemos os menores salários e temos os piores empregos. Somos as maiores vítimas de Assédio Moral e sexual no trabalho. Mas são os números da violência que mais escandalizam. Apenas 5 países de um grupo de 83, tem mais mulheres assassinadas que o Brasil. Mas os governos fazem de conta que essa realidade não existe e seguem atacando os direitos duramente conquistados pelas mulheres.

- Mais 10 anos nem pensar
A Reforma da Previdência encaminhada pelo governo Dilma, contraditoriamente, a primeira mulher presidente, além do conjunto de ataques ao conjunto dos trabalhadores, quer que nós mulheres trabalhemos mais 10 anos para alcançar a aposentadoria!
8 de março é dia de luta!
Não a Reforma da Previdência!
Não a violência contra a mulher!

TODAS NA MARCHA EM BRASÍLIA DIA 31 DE MARÇO
PARA DERROTAR A REFORMA DA PREVIDÊNCIA!

Um comentário para "8 de março: dia internacional de luta da mulher"

  1. Luci Mari março 3rd, 2016 15:46 pm Responder

    Nós Mulheres na luta pela garantia e avanço de Direitos Sociais e individuais!
    Também na luta junto com o GT Mulher ASSURGS, reunindo periodicamente com trabalhadoras da UFRGS, UFSCPA e IFRS!

Deixe seu comentário

Veja também