Início > Notícias > Campanha salarial: petroleiros podem entrar em greve a partir do dia 11
Campanha salarial: petroleiros podem entrar em greve a partir do dia 11

Os petroleiros que trabalham no Sistema Petrobras podem entrar em greve por tempo indeterminado a partir do dia 11 de outubro, de acordo com a Federação Única dos Petroleiros (FUP), caso a empresa não apresente nova proposta que atenda às reivindicações da categoria, cuja data-base é 1º de setembro.

 Os petroleiros que trabalham no Sistema Petrobras podem entrar em greve por tempo indeterminado a partir do dia 11 de outubro, de acordo com a Federação Única dos Petroleiros (FUP), caso a empresa não apresente nova proposta que atenda às reivindicações da categoria, cuja data-base é 1º de setembro.

 As assembleias em sindicatos de todo o país começam nesta sexta-feira (5) e vão até o dia 10 para que os trabalhadores se posicionem diante da negociação com a empresa. Segundo a FUP, cerca de 80 mil trabalhadores estão empregados no Sistema Petrobras.

 A principal reivindicação da categoria é aumento real de 10% nos salários — a proposta inicial do setor patronal varia entre 0,9% e 1,2% de ganho real. Esse índice de reajuste muda de acordo com o tempo de empresa, a faixa salarial e a região de trabalho.

 A negociação neste ano trata exclusivamente de questões econômicas, segundo a FUP, porque as cláusulas sociais fechadas no ano passado valem até 2013. A FUP deu prazo até esta quarta-feira para que a empresa apresente nova proposta de reajuste.

 No dia 26 de setembro os petroleiros realizaram greve nacional de advertência de 24 horas. Além do ganho real, reivindicam distribuição igualitária da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e condições seguras de trabalho.

Nesta quarta-feira (3), aniversário de 59 anos da Petrobras, caravanas com petroleiros de vários estados do país chegarão ao Rio de Janeiro para manifestação, segundo a FUP.

O ato nacional foi convocado pela entidade em protesto contra o anúncio do governo de retomada das rodadas de licitação dos blocos petrolíferos. A manifestação também servirá para pressionar a Petrobras a apresentar nova proposta salarial à categoria.

(Fonte: Valor Econômico)

Um comentário para "Campanha salarial: petroleiros podem entrar em greve a partir do dia 11"

  1. jose setembro 9th, 2014 16:56 pm Responder

    nada a comentar.uma vez mais nós aposentados, continuamos a chupar dedo. quem ganha pouco, como eu, então, está sobrevivendo, mesmo sendo aposentado da maior empresa do País.

Deixe seu comentário

Veja também