Início > Notícias > Justiça Federal adere à Greve, e Servidores realizam ato em unidade nesta terça-feira
Justiça Federal adere à Greve, e Servidores realizam ato em unidade nesta terça-feira

Os trabalhadores da Justiça Federal aderiram à greve nacional dos SPF’s fortalecendo a luta por política salarial e data-base.

Os técnicos-administrativos da UFRGS, UFCSPA, IFRS-POA realizaram assembleia de Greve, na tarde desta terça, 29, em frente ao barracão de greve. A Assembleia contou com a presença dos técnicos do IFRS campus Restinga, que realizaram paralisação na Unidade e acompanharam a Assembleia dos TAES, hoje.

Na assembleia, os servidores deram relato sobre a mobilização no IFRS Campus Restinga, na tarde de ontem (28); repasse da reunião do CONSUN sobre o caso da intervenção da Brigada Militar no Campus Olímpico da Esef, este mês, e leitura do posicionamento oficial do CONSUN que pode ser lido clicando aqui.

Próximos dias

Nesta quarta-feira (30), às 15h o CPERS estará realizando ato, em frente ao Anfiteatro Pôr-do-Sol. No dia 1º de maio, dia do trabalhador, a CUT realizará ato às 15h, na Usina do Gasômetro; e às 16h, ato promovido pela CTB, no Largo Zumbi dos Palmares.

 

Ato em conjunto dos SPF’s

Os servidores seguiram até o TRT, após assembleia, para ato em conjunto com os servidores públicos federais. O ato marcou a entrada dos trabalhadores da Justiça Federal que se somam à greve nacional dos SPF’s. O ato contou com a participação do trabalhador rodoviário Wenceslau Machado que saudou os trabalhadores do serviço público pela forte mobilização que vem dando corpo à greve nacional.

O Coordenador da Secretaria de Saúde e Relações de Trabalho do Sintrajufe-RS Fagner Azeredo saudou os servidores da UFRGS, UFCSPA e IFRS-POA em greve e questionou as prioridades do governo frente aos direitos dos trabalhadores do serviço público. “Nosso dever é mostrar qual é a prioridade do governo com nossa sociedade. É copa do mundo? Ou é servidores públicos valorizados com política salarial e data-base  para um serviço de qualidade ao conjunto da população?”, questionou Azeredo.

O Ato contou com ampla participação dos dois sindicatos em greve, e finalizou após as intervenções de diversos trabalhadores que continuam na luta por política salarial e data-base.

 

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também