Início > Notícias > Pela Democracia, Contra o Autoritarismo, Dentro e Fora da Universidade: seminário de “descomemoração” do aniversário do Golpe de 1964, contra a criminalização dos movimentos sociais e pela democratização da UFRGS.
Pela Democracia, Contra o Autoritarismo, Dentro e Fora da Universidade: seminário de “descomemoração” do aniversário do Golpe de 1964, contra a criminalização dos movimentos sociais e pela democratização da UFRGS.

  No dia da mentira, 1° de abril, quando completam-se 50 anos do nefasto golpe civil-militar de 1964, propomos um amplo debate, aberto a todos, sobre a democracia dentro e fora da universidade, reafirmando nossa posição contra a criminalização dos movimentos sociais. Este é o momento para reforçarmos as práticas democráticas, ouvindo ativistas que lutam [...]

 

No dia da mentira, 1° de abril, quando completam-se 50 anos do nefasto golpe civil-militar de 1964, propomos um amplo debate, aberto a todos, sobre a democracia dentro e fora da universidade, reafirmando nossa posição contra a criminalização dos movimentos sociais.
Este é o momento para reforçarmos as práticas democráticas, ouvindo ativistas que lutam contra o autoritarismo e pela ampliação da participação política na sociedade, aproveitando o ensejo para iniciarmos um debate mais amplo sobre a democracia na UFRGS
A universidade pública, que deveria ser um espaço plural, democrático e participativo, não abre espaço para a atuação política dos técnico-administrativos e estudantes em condições de igualdade nas suas arenas decisórias. Além disso, é do conhecimento de todos que as práticas autoritárias ainda são recorrentes dentro dos muros desta instituição.
No dia em que o golpe faz 50 anos, vamos aproveitar para refletir sobre a democracia, dentro e fora da UFRGS!
Mesa com:
Carlos Schimidt (Professor da Economia, candidato a Reitor em 2008 com uma proposta democrática para a UFRGS)
Silvio Ramos Correa (Servidor da UFRGS e membro da Comissão Interna de Supervisão da Carreira-CIS)
Lucas Maróstica (Aluno da Sociologia, membro do Bloco de Lutas processado pelas Jornadas de Junho).
Também comporão a mesa representantes da APG (Associação de Pós-Graduandos) e da SAJU (Serviço de Assessoria Jurídica Universitária).
Local e Horário: Tenda ao lado da Faculdade de Educação, 14 horas.  
Depois do evento, as 17 horas, será realizada uma marcha em memória daqueles que lutaram contra a Ditadura, até a Praça Argentina.

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também