Início > Notícias > Coordenação de Finanças reúne com o Conselho Fiscal
Coordenação de Finanças reúne com o Conselho Fiscal

A Coordenadora Shirley Funk esteve reunida com o Conselho Fiscal (CF), no dia 12 de março, às 9h30min, no auditório da ASSUFRGS. A reunião teve como objetivo tirar dúvidas do CF sobre o funcionamento da  Entidade, Garopaba e questões internas. O encontro foi produtivo.Mantendo a transparência na administração da ASSUFRGS, aproveitamos para divulgar o parecer [...]

A Coordenadora Shirley Funk esteve reunida com o Conselho Fiscal (CF), no dia 12 de março, às 9h30min, no auditório da ASSUFRGS. A reunião teve como objetivo tirar dúvidas do CF sobre o funcionamento da  Entidade, Garopaba e questões internas. O encontro foi produtivo.
Mantendo a transparência na administração da ASSUFRGS, aproveitamos para divulgar o parecer da TASCA. A referida empresa está fiscalizando as obras na Colônia de Férias da entidade. Ainda, segue o texto solicitado pelo Conselho Fiscal para divulgação.

Parecer referente ao fato ocorrido na colônia de férias da ASSUFRGS
A Coordenação

Conselho Fiscal reuniu-se no dia 12 de março, para dar continuidade aos estudos
O Conselho Fiscal (CF) da ASSUFRGS reuniu-se na manhã do dia 12 de março, para analisar a documentação fornecida pela coordenação e também para ouvir maiores informações da Coordenadora de Finanças Maria Shirley Funk.
O CF definiu que na próxima semana, dia 18 de março, segunda-feira, às 9h30min, será emitido um parecer sobre o contrato firmado com a Empresa responsável pela fiscalização da obra de Garopaba. Além disso, o CF estará solicitando ao Contador da entidade a prestação de contas do fundo de greve e o balancete do mês de Dezembro de 2012.
Participaram da reunião: Carlos Augusto Godoi da Silva, Marcelo Carbonell, Paulo Garcia, Rejane Barcelos Souza e Vânia Regina Guimarães Pinto.

 

49 comentários para "Coordenação de Finanças reúne com o Conselho Fiscal"

  1. Silvia Fernanda Peçanha Martins março 14th, 2013 17:09 pm Responder

    O parecer deve ser emitido com o logotipo da empresa contratada, bem como com assinatura de todo(s) o(s) responsável( eis) pela mesma e não como constou. Do jeito que está sendo apresentado, para mim, não tem nenhum valor.

    1. Paulinho março 18th, 2013 14:43 pm Responder

      Acho que há fatos, e posições, que não estão bem claras, acredito termos estancias capazes de atuar, e resolver estes percalços, mas se não houver, temos que comunicar, e ver o que a categoria acha disto tudo, uma assembléia geral poderá esclarecer, e resolver com transparência, pois envolve patrimônio e valor financeiro…

  2. CARLOS AUGUSTO GODOI DA SILVA março 15th, 2013 00:42 am Responder

    Não sei de quem foi a pessíma ideia de tentar promover Coordenação majoritária as custas do do Conselho Fiscal. Primeiramente quero deixar bem claro a todos que a Coordenadora Maria Shirley foi convidada a prestar alguns esclarecimentos sobre o contrato da empresa responsável pela fiscalização da obra de Garopaba, bem como reiteramos as solicitações de documentos que não foram atendidas em solicitações anteriores. Se querem manter a harmonia entre este conselho e a coordenação peço-lhes, retirem o que não pedimos para publicar. Atitudes oportunistas como esta só servem para manchar a imagem do sindicato perante a categoria. Parece que os papéis se inverteram, deram destaque a coordenação de finanças e esqueceram que a reunião foi do Conselho Fiscal, parabéns pela estratégia, mas aviso que conosco não vai funcionar. Quero acreditar na tal transparência, publique este texto na integra.

    Coordenador do Conselho Fiscal
    Carlos Godoi

  3. Silvia Fernanda Peçanha Martins março 15th, 2013 09:10 am Responder

    Parabéns ao Conselho Fiscal, continuem fazendo o seu papel e não vamos , em hipótese alguma nos redimir com gritos, algazarras e atitudes intempestivas, pois quem tem a consciência tranquila não grita, não se altera, não é oportunista.
    Vamos lá, Conselho Fiscal, devidamente eleito pela Categoria, façam o seu papel.
    Gostaria de deixar registrado que o Sindicato é da Categoria, da Base e não de apenas algumas pessoas…

  4. Rejane março 15th, 2013 09:23 am Responder

    Caros colegas, faço minhas as palavras do Godoi e fomos eleitos com o bordão “COMPROMISSO COM A TRANSPARÊNCIA” portanto sinto-me violada com a alteração da mensagem e agredida com a falta de respeito a este CONSELHO…espero que a coordenação como um todo respeite os sócios sindicalizados e a categoria como um todo. No momento q informações cruciais são violadas e alteradas me questiono: Isto ñ se chama “MANIPULAÇAO” de infomações? Espero q ñ seja proposital como estou acreditando ser. Um abraço a todos
    Att.: Rejane Souza

    CONSELHO FISCAL

  5. neco março 15th, 2013 10:03 am Responder

    É no mínimo estranha esta “informação” de responsabilidade da coordenação, publicada pelo visto, em desarmonia com o Conselho Fiscal, orgão legitimamente eleito para zelar pela boa administração do patrimônio e das finanças do sindicato que é de todos filiados. Mais estranho ainda é o “parecer referente ao fato ocorrido na colônia de férias da Assufrgs….” de responsabilidade de empresa TASCA arquitetura ????????? Que fato??? Que empresa é esta??? É fiscalizadora ou defensora da construtora EFIENGE??? Tal construtora n era responsável pelas instalações hidráulicas (inclusive pias)??? Quem era então??? O Papa Bento XVI? Ou seria o Francisco? Por que a empresa “fiscalizadora” termina tal “parecer” por se desculpar com os associados por supostos erros da empresa construtora, e mais procura justificá-los devido a atrasos no cronograma que por sua vez seriam de responsabilidade da Assufrgs?????? TUDO MUITO ESTRANHO!!!!!!! Ps Conheço jovens estudantes de ensino médio e até fundamental que escrevem textos mais coerentes que o referido “parecer”…

  6. michelle meirelles março 15th, 2013 10:26 am Responder

    Pessoal,
    Chego a ficar constrangida por ocupar o cargo de Coordenadora de Divulgação e Imprensa, podem acreditar, não é fácil.
    Sempre procurei apaziguar as situações de conflito e não expor a Coordenação a toa mas francamente, está quase impossível conviver com algumas criaturas, trabalhar então? Nem se fala! Só quero registrar que por conta desta matéria, que não foi publicada como deveria, houve muito estresse, muito desgastaste pois, pessoalmente, tentei até o último minuto corrigir esta publicação que, inclusive, estaria pior e contento inverdades se eu não tivesse passado a tarde procurando conscientizar alguns Coordenadores do desrespeito com o CF e, principalmente, com a categoria.
    Pode ser utopia, mas sonho em um dia ver a categoria mandando no Sindicato!
    Lamento o ocorrido e podem crer que fiz o possível.

  7. michelle meirelles março 15th, 2013 10:31 am Responder

    Outra coisa, se alguém tiver interesse em saber o que parte da equipe sofreu no dia de ontem, podem me solicitar por e-mail que repasso o relato e registro fidedigno dos fatos.

    Att
    Michelle

  8. rosane souza março 15th, 2013 11:05 am Responder

    A título de esclarecimento nós do coletivo Tribo desconhecíamos o teor original da publicação,bem como não nos foi repassada nenhuma proposta de material para ser divulgado em nome da coordenação.
    Como já havia informado anteriormente, nós acreditamos que a transparência é fundamental para que possamos manter a lisura de nossa entidade, mas lembramos que a coordenação é proporcional.

    Rosane Souza
    Coletivo Tribo
    Coord Geral

  9. Carmen Almeida março 15th, 2013 12:18 pm Responder

    Parabéns ao Conselho Fiscal que se mostra comprometido. Mas para ser transparente é importante que tenham um espaço dentro do site da ASSUFRGS para que divulguem o seu trabalho e o que acharem necessário.
    Quanto ao parecer da empresa TASCA (sem querer fazer piada) , parece que teremos que contratar uma terceira empresa para fiscalizar a segunda que foi contratada para fiscalizar a primeira e não está fiscalizando. Realmente é de chorar! Quanto ao” parecer”, ele não existe é apenas um texto muito mal escrito e não oficial porque é sem timbre e sem assinaturas dos responsáveis, e com argumentos nada técnicos. Quem escreveu o tal “parecer” acabou com o nome da empresa TASCA de vez!

  10. Marisane março 15th, 2013 13:34 pm Responder

    E muito estranho mesmo, pois a reunião era do Conselho fiscal e a categoria quer saber informações descritas pelos Conselheiros, que sabemos, estão fazendo o seu papel e trabalhando em prol da transparência. Esse parecer da empresa até parece um deboche, pois pelo que me consta, é uma empresa contratada pela ASSUFRGS para fiscalizar a obra e não para defender a Construtora. Também soube que ocorreram problemas em outros apartamentos também, e não só em dois como a “Fiscalizadora” relata. Repito o que já falei em outros momentos, é de um amadorismo surpreendente…

  11. michelle março 15th, 2013 14:08 pm Responder

    Só para registrar, a Chapa 2 não teve conhecimento da contratação da referida empresa.

  12. Eugenio, OFS março 15th, 2013 14:34 pm Responder

    Paz e bem!

    Parece que alguns esqueceram
    o que um Conselho Fiscal deve
    se reunir quotidianamente
    e principamente fiscalizar.

  13. Marisane março 15th, 2013 15:05 pm Responder

    Me preocupa muito uma coisa: Alguém está faltando com a verdade! Como saberemos? É preciso que a categoria tome conhecimento de todos os fatos!

  14. Mozarte Simões março 15th, 2013 15:15 pm Responder

    Eu como parte integrante da atual coordenação da Assufrgs, mais precisamente da coordenação financeira desta entidade, estou a dispor não só do CF, bem como de todos os associados para qualquer esclarecimento sobre qualquer assunto, como integrante do coletivo Tribo que faz parte da coordenação atual deste sindicato quero dizer que o coletivo Tribo esta a disposição dos associados e do CF, estamos trabalhando com transparência pois este foi o nosso intuito quando nos candidatamos a ultima eleição para o sindicato, para ter a maior transparência nas deliberações desta coordenação, como ja escrevi estou a disposição.

    1. Carlos Augusto Godoi da Silva março 16th, 2013 19:02 pm Responder

      Prezado Mozarte

      Estamos aguardando a reunião da Coordenação para a entrega do parecer referente a empresa responsável pela fiscalização da obra da Colônia de férias de Garopaba/SC, bem como discutirmos sobre o que foi contratado. Mas o que posso adiantar é que houve qualquer outra coisa menos fiscalização. Antecipo, ainda, que esse parecer da empresa Tasca se desculpando pelo ocorrido é mentiroso, pois eu Godoi e a Conselheira Rejane estivemos veraneando na primeira turma dos apartamentos novos, no período de 12 a 23/02/2013, quando surgiram os problemas e em nenhum desses dias a empresa compareceu a obra para fiscalizar, fato que pode ser comprovado através das datas dos relatórios. Pretendia aguardar a entrega do parecer mas não suporto mentiras, motivo pelo qual estou me manifestando novamente. O representante da empresa Tasca mentiu mais uma vez, pois no apartamento 25 o problema ocorreu no dia 15, sexta feira, a pensionista e seus familiares tiveram que conviver com os dejetos retornando pelo ralo do box do banheiro todo final de semana, o que aliás não dependia só deles, pois o apartamento acima do 25, quando alguém puxava a descarga o ralo também transbordava . Mentiram mais uma vez quando disseram que fizeram contato imediatamente com o mestre, pois foi eu Godoi que esperei o mestre de obras, senhor Laurelio, na segunda-feira, às 06:30 hs, para relatar todo problema. Por outro lado, mas isso é a minha opinião, acho que a ASSUFRGS deveria devolver os valores descontados da pensionista pelo dano causado a ela e seus familiares, tendo em vista que tiveram que conviver com o forte odor dentro do apartamento, além de ter que tomar banho e fazer suas necessidades nos banheiros que eram destinados as barracas.

      Coordenador do Conselho Fiscal
      Carlos Godoi

  15. Luci Mari março 15th, 2013 16:05 pm Responder

    precisamos marcar uma assembléia com toda a categoria e colocar todos os fatos e além que outras coisas (arbitrariedades) também acontecem no interior da universidade e o sindicato precisa se posicionar com lisura frente aos seus representados. É a máxima: quem não deve não teme!

  16. Julio Souza março 15th, 2013 17:24 pm Responder

    Pessoal, tudo bem que esse pessoal trabalhe na onda do senso comum, com grande parte da categoria, o que felizmente está diminuindo a força de muita informação, mas daí a gente permitir sem denunciar à todas as instãncias que “patrolem” o conselho fiscal eleito legitimamente pela MAIORIA dos votos, boicotano ou alterando os relatórios e ou prestação de contas, aí já é demais, não???

  17. Mario Pereira março 15th, 2013 17:56 pm Responder

    Olá pessoal interessante mas li e reli o texto e não vi motivos para tanta gritaria pelo contrário notem o que está escrito “O encontro foi produtivo Mantendo a transparência na administração da ASSUFRGS” muito pelo contrário leio abismado as reclamações na mídia fatos que devem ser resolvidos no âmbito interno se o CF se sentiu desrespeitado deveria fazer uma reunião e não sair gritando nas mídias isto. A colônia está lá muito linda por sinal e isto é um fato, e com isto como novo que sou no movimento sindical quero fazer a seguinte pergunta no regimento estatutário da Assufrgs/Ufcspa/Ifrgs a Assembléia Geral vem em primeiro, O Conselho de Delegados em segundo, a Coordenação Geral em terceiro e o Conselho Fiscal vem em Último é isto né. O meu grupo é PELEIA

    1. Eugenio, OFS março 18th, 2013 10:14 am Responder

      Paz e bem!
      .
      Mariuo Pereira escreveu: “leio abismado as reclamações na mídia fatos que devem ser resolvidos no âmbito interno se o CF se sentiu desrespeitado deveria fazer uma reunião e não sair gritando nas mídias isto.”
      .
      “Isso”, fazer reunião
      e deixar a versão da Coordenação
      se fixar como se fosse verdadeira,
      não sair gritando pelas mídias
      e deixar que a fofoca impere.
      .
      Pelo relatado
      mais que o caso específico da m*rd* (maldita censura)
      parece que há a idéia que o Conselho Fiscal
      não deve se comunicar com a base.

  18. Silvio Corrêa - CIS março 15th, 2013 21:14 pm Responder

    Realmente, quanto mais eu leio, mais me convenço que a proporcionalidade na Coordenação tem que acabar e que o Conselho Fiscal tem que ser eleito separadamente da Coordenação, da forma como é hoje, para que todos, coordenadores e conselheiros possam exercer suas atribuições e ser julgados pela categoria quando houver nova eleição.

    1. Gabriel Focking março 18th, 2013 10:45 am Responder

      Caro Sílvio Corrêa – CIS (pra ficar bem claro que é tu Silvio).

      Creio que não só a proporcionalidade deve acabar, mas também devemos fazer um tipo de “ficha limpa” para qualquer cargo no eletivo no Sindicato. Aqueles sócios que não estiverem em dia com seus compromissos sindicais devem ser impedidos de se candidatar, uma vez que nem todos os sócios tem condições de saber se o seu colega está devendo alguma coisa à ASSUFRGS.

      Abração a tod@s.

      1. Eugenio, OFS março 18th, 2013 15:27 pm Responder

        Paz e bem!
        .
        Gabriel escreveu:
        “Aqueles sócios que não estiverem em dia com seus compromissos sindicais devem ser impedidos de se candidatar [...]”
        Que me consta isto já é exigência estatutária,
        se não está sendo cumprido
        é por irresponsabilidade da Coordenação.

      2. Silvio Corrêa - CIS março 18th, 2013 18:33 pm Responder

        Bem lembrado Gabriel, concordo plenamente com a tua proposta. O mínimo que se espera é que quem reivindica espaço em qualquer das instâncias da Assufrgs, esteja em dia com a entidade, nas mensalidades e nos pagamentos dos convênios. Reitero, tens toda a razão.

  19. michelle meirelles março 18th, 2013 22:12 pm Responder

    Caro Mário,
    Bem se vê que és novo, mas vais aprender muito se mantiveres teus olhos e ouvidos abertos a todos, principalmente a seus colegas da base.
    Quanto à “gritaria” não faz ideia de como ela existe no nosso dia a dia e das formas mais descabidas possíveis, isso aqui não é nada, só fruto do cansaço de alguns em tentar em vão manter a harmonia e o trabalho em equipe e só levar na cabeça!
    E, principalmente, não se refere à Colônia, se refere à censura sim, se refere ao desrespeito sofrido inclusive por mim que não consegui manter as publicações fidedignas e o mais próximas da neutralidade, compromisso pessoal meu e que deveria ser de qualquer comunicação sindical!
    Silvio(CIS), desde já, quero registrar que há poucos dias consegui me posicionar em relação ao tema proporcionalidade, farei coro contigo e defenderei a quebra da mesma, creio que se não for a melhor solução, ao menos, a experiência será proveitosa.
    Prezado Gabriel,
    Não vejo problema nenhum na sua proposta porém, é um tanto ingênuo pensarmos nisso cm uma ferramenta eficaz. Quem dera os problemas da ASSUFRGS se resumissem à Coordenadores ou membros de Conselhos com problemas de inadimplência! (o que é algo que pode acontecer com qualquer um, diga-se de passagem)

  20. Rafael Cecagno março 19th, 2013 10:32 am Responder

    sinto vergonha de acompanhar o baixo nível do debate político de nossa categoria…

    Aproveito para declarar que fico muito feliz com o apoio da colega Michele à ideia defendida pelo Sílvio de fim da proporcionalidade na eleição da Coordenação da AssufrgS… algum grupo deve ser responsabilizado pelo de bom e de ruim da administração e os demais grupos devem fazer oposição na base, e não dentro da própria Coordenação.

    1. Jorge torres março 19th, 2013 18:11 pm Responder

      Rafael Cecagno, eu gostaria de dizer aqui, que não concordo contigo e que você está errado…mas, infelizmente tenho que concordar contigo e dizer: Também me sinto envergonhado de acompanhar o baixo nível do debate político da nossa categoria. Este espaço poderia estar sendo usado para debater e encontrar soluções para os problemas mas, não é o que está parecendo, isto virou uma grande lavanderia para “lavação de roupa suja”.
      Aproveito este espaço para declarar que apoio a tua idéia Silvio Correa (CIS). O fim da proporcionalidade para eleição da Coordenação da ASSUFRGS é o melhor caminho pois, algum grupo ou chapa, como queiram chamar, deve e será responsabilizado pelas ações sejam elas boas ou ruins da administração. E mais uma vez, concordando contigo Rafael Cecagno, “os demais grupos devem fazer oposição na base e não dentro da própria Coordenação”.
      Pela saúde e sobrevivência do próprio sindicato, isto tem que acabar!!!

      1. Rejane março 20th, 2013 09:38 am Responder

        Colega Jorge, concordo e muito contigo…deixou d ser um debate com relação a postagens do CF p/ virar um bate-boca desenfreado. Oq se questiona aqui é a alteração da publicação o resto é encheção de linguiça.

    2. Rejane março 20th, 2013 09:50 am Responder

      Rafael, debate ñ se dá nesse bate-boca concordo plenamente contigo. Agora se está havendo uma oposição dentro da ASSUFRGS esta partiu da própria majoritária, que está impedindo a publicação na íntegra usando texto tendencioso.
      O CF está apenas pedindo um espaço ao qual qlqr sócio tem direito, desde q seja usado um vocabulário respeitoso ninguém pode ser vetado ao direito de se manifestar na pág do Sindicato que ñ pertence apenas ao grupo que possui maior número de cadeiras e sim a toda uma categoria.
      Att.: Rejane

  21. Ana Lúcia março 19th, 2013 12:05 pm Responder

    É sempre bom relembrar o Estatuto da ASSUFRGS, pena que alguns o esqueçam às vezes.
    Seguem alguns trechos e no final há o link para acessar o Estatuto na íntegra.
    [. . .] Título IV – Da Coordenação
    Art. 24 – A Coordenação Geral terá a competência de :
    a) Representar a Coordenação e a ASSUFRGS onde se fizer necessário, judicial ou extrajudicialmente;
    b) Convocar, coordenar e secretariar as reuniões da Coordenação e Assembleias Gerais;
    c) Assinar as atas das reuniões da Coordenação, os relatórios e todos os documentos onde sua assinatura se fizer necessária;
    d) Ordenar as despesas autorizadas junto com um dos membros da Coordenação de Administração e Finanças os cheques e visar as contas a pagar;
    e) Encaminhar e fazer cumprir as decisões da Coordenação;
    f) Preparar a correspondência e o expediente da ASSUFRGS;
    g) Ter, sob sua guarda, fiscalização e controle os arquivos e os expedientes da ASSUFRGS;
    h) Coordenar as rotinas administrativas e de pessoal da ASSUFRGS. [...]
    Art. 25 – A Coordenação de Administração e Finanças terá a competência de:
    a) Coordenar, dirigir, executar e fiscalizar os trabalhos de tesouraria da ASSUFRGS;
    b) Manter sob sua guarda, fiscalização e responsabilidade os valores da ASSUFRGS;
    C) TER SOB SUA GUARDA, FISCALIZAÇÃO E RESPONSABILIDADE CÓPIAS DOS CONTRATOS E CONVÊNIOS QUE DIGAM RESPEITO A ASSUFRGS;
    d) Assinar, com um dos integrantes da Coordenação Geral os cheques e efetuar os pagamentos e recebimentos autorizados;
    e) Recolher o dinheiro da ASSUFRGS ao banco determinado;
    F) APRESENTAR AO CONSELHO FISCAL BALANCETES MENSAIS E UM BALANÇO ANUAL;
    g) Rubricar, com um dos integrantes da Coordenação Geral os documentos de tesouraria;
    h) Proporcionar, à Coordenação da ASSUFRGS, os elementos necessários à elaboração de planejamentos financeiros.
    i) Manter arquivo, sistemática de informações e de administração do patrimônio da ASSUFRGS, nos termos do seu Estatuto. [. . .]
    Art. 28 – A Coordenação de Divulgação e Imprensa terá a competência de:
    a) Implementar a política de comunicação da ASSUFRGS, junto à categoria, sindicatos de trabalhadores e à Central Única dos Trabalhadores;
    b) IMPLEMENTAR A DIVULGAÇÃO DAS NOTÍCIAS DA ASSUFRGS NA SUA ÁREA DE ABRANGÊNCIA;
    c) Estabelecer e organizar a comunicação da ASSUFRGS com os Órgãos de imprensa em geral. [. . .]
    Título V – Do Conselho Fiscal
    Art. 32 – O Conselho Fiscal é o órgão de controle da gestão financeira da ASSUFRGS e é constituído de três membros com igual número de suplentes, eleitos conforme os Artigos deste Estatuto.
    Art. 33 – Compete ao Conselho Fiscal:
    a) Eleger, entre seus pares, um Coordenador e seu substituto eventual;
    b) Emitir parecer sobre o balanço anual apresentado pela Coordenação da ASSUFRGS e enviá-lo à Assembléia Geral;
    C) EXAMINAR, EM QUALQUER ÉPOCA A ESCRITURAÇÃO E OS DOCUMENTOS CONTÁBEIS DA ASSUFRGS;
    D) EXAMINAR OS BALANCETES MENSAIS ENCAMINHADOS PELA COORDENAÇÃO DA ASSUFRGS;
    E) PROCEDER A VERIFICAÇÃO DOS SALDOS EXISTENTES EM CAIXA, BANCOS E ESTABELECIMENTOS DE CRÉDITOS, EM QUALQUER ÉPOCA;
    f) Denunciar, por escrito, à Assembléia Geral e ao Conselho de Delegados, se constatar irregularidades cuja resolução não tenha sido providenciada pela Coordenação da ASSUFRGS.
    Art. 34 – As decisões do Conselho Fiscal serão tomadas por maioria de votos e, havendo discordância de um de seus membros, poderá este apresentar seu voto por escrito.
    Art. 35 – Os membros do Conselho Fiscal serão convocados por seu Coordenador, por escrito, com antecedência mínima de três dias.
    Art. 36 – O Conselho Fiscal reunir-se-á, no mínimo, uma vez por mês e sempre que se fizer necessário. [. . .]
    FONTE: Estatuto da ASSUFRGS
    URL: http://www.assufrgs.org.br/wp-content/uploads/2011/09/ESTATUTO-DA-ASSUFRGS-AGOSTO2007.pdf

  22. Rafael Cecagno março 19th, 2013 13:49 pm Responder

    DESTAQUE à contribuição da Ana Lucia:
    Art. 33 – Compete ao Conselho Fiscal:
    [...]
    f) Denunciar, por escrito, à Assembléia Geral e ao Conselho de Delegados, se constatar irregularidades cuja resolução não tenha sido providenciada pela Coordenação da ASSUFRGS.
    -
    Há algum artigo do estatuto que dê ao CF competência de impor à Coordenação de Divulgação e Imprensa a publicação de alguma matéria? Pelo artigo acima, cabe ao CF, querendo, denunciar por escrito, À ASSEMBLÉIA GERAL E AO CONSELHO DE DELEGADOS.
    -
    Quanto à competência da Coordenação na gerência do website, vejamos:
    Art. 24 – A Coordenação Geral terá a competência de:
    [...]
    h) Coordenar as rotinas administrativas e de pessoal da ASSUFRGS.

    1. Eugenio, OFS março 20th, 2013 09:32 am Responder

      Parece que alguns
      querem um Conselho Fiscal
      mudo ou amordaçado.

      1. Rejane março 20th, 2013 09:51 am Responder

        Parece??? Óbvio q querem!!!

  23. michelle meirelles março 19th, 2013 14:10 pm Responder

    Só mais um registro, oposição é oposição!
    Embora tenha me esforçado ao longo desse tempo para manter o trabalho em equipe fui eleita dizendo que era oposição e a farei sempre que julgar necessário estando onde estiver pois, não me calarei ao ver que há censura dentro do sindicato,e principalmente que existam publicações tendenciosas e antiéticas!
    Só para deixar claro, gastei todo meu latim, usei de toda diplomacia possível e a escolha não foi minha!
    Lamentável mesmo Rafael, mas necessário!

  24. Maria de Fatima R.Andrade março 19th, 2013 19:07 pm Responder

    É sempre bom relembrar o Estatuto da ASSUFRGS, pena que alguns o esqueçam às vezes.
    Seguem alguns trechos e no final há o link para acessar o Estatuto na íntegra.
    [. . .] Título IV – Da Coordenação
    Art. 24 – A Coordenação Geral terá a competência de :
    a) Representar a Coordenação e a ASSUFRGS onde se fizer necessário, judicial ou extrajudicialmente;
    b) Convocar, coordenar e secretariar as reuniões da Coordenação e Assembleias Gerais;
    c) Assinar as atas das reuniões da Coordenação, os relatórios e todos os documentos onde sua assinatura se fizer necessária;
    d) Ordenar as despesas autorizadas junto com um dos membros da Coordenação de Administração e Finanças os cheques e visar as contas a pagar;
    e) Encaminhar e fazer cumprir as decisões da Coordenação;
    f) Preparar a correspondência e o expediente da ASSUFRGS;
    g) Ter, sob sua guarda, fiscalização e controle os arquivos e os expedientes da ASSUFRGS;
    h) Coordenar as rotinas administrativas e de pessoal da ASSUFRGS. [...]
    Art. 25 – A Coordenação de Administração e Finanças terá a competência de:
    a) Coordenar, dirigir, executar e fiscalizar os trabalhos de tesouraria da ASSUFRGS;
    b) Manter sob sua guarda, fiscalização e responsabilidade os valores da ASSUFRGS;
    C) TER SOB SUA GUARDA, FISCALIZAÇÃO E RESPONSABILIDADE CÓPIAS DOS CONTRATOS E CONVÊNIOS QUE DIGAM RESPEITO A ASSUFRGS;
    d) Assinar, com um dos integrantes da Coordenação Geral os cheques e efetuar os pagamentos e recebimentos autorizados;
    e) Recolher o dinheiro da ASSUFRGS ao banco determinado;
    F) APRESENTAR AO CONSELHO FISCAL BALANCETES MENSAIS E UM BALANÇO ANUAL;
    g) Rubricar, com um dos integrantes da Coordenação Geral os documentos de tesouraria;
    h) Proporcionar, à Coordenação da ASSUFRGS, os elementos necessários à elaboração de planejamentos financeiros.
    i) Manter arquivo, sistemática de informações e de administração do patrimônio da ASSUFRGS, nos termos do seu Estatuto. [. . .]
    Art. 28 – A Coordenação de Divulgação e Imprensa terá a competência de:
    a) Implementar a política de comunicação da ASSUFRGS, junto à categoria, sindicatos de trabalhadores e à Central Única dos Trabalhadores;
    b) IMPLEMENTAR A DIVULGAÇÃO DAS NOTÍCIAS DA ASSUFRGS NA SUA ÁREA DE ABRANGÊNCIA;
    c) Estabelecer e organizar a comunicação da ASSUFRGS com os Órgãos de imprensa em geral. [. . .]
    Título V – Do Conselho Fiscal
    Art. 32 – O Conselho Fiscal é o órgão de controle da gestão financeira da ASSUFRGS e é constituído de três membros com igual número de suplentes, eleitos conforme os Artigos deste Estatuto.
    Art. 33 – Compete ao Conselho Fiscal:
    a) Eleger, entre seus pares, um Coordenador e seu substituto eventual;
    b) Emitir parecer sobre o balanço anual apresentado pela Coordenação da ASSUFRGS e enviá-lo à Assembléia Geral;
    C) EXAMINAR, EM QUALQUER ÉPOCA A ESCRITURAÇÃO E OS DOCUMENTOS CONTÁBEIS DA ASSUFRGS;
    D) EXAMINAR OS BALANCETES MENSAIS ENCAMINHADOS PELA COORDENAÇÃO DA ASSUFRGS;
    E) PROCEDER A VERIFICAÇÃO DOS SALDOS EXISTENTES EM CAIXA, BANCOS E ESTABELECIMENTOS DE CRÉDITOS, EM QUALQUER ÉPOCA;
    f) Denunciar, por escrito, à Assembléia Geral e ao Conselho de Delegados, se constatar irregularidades cuja resolução não tenha sido providenciada pela Coordenação da ASSUFRGS.
    Art. 34 – As decisões do Conselho Fiscal serão tomadas por maioria de votos e, havendo discordância de um de seus membros, poderá este apresentar seu voto por escrito.
    Art. 35 – Os membros do Conselho Fiscal serão convocados por seu Coordenador, por escrito, com antecedência mínima de três dias.
    Art. 36 – O Conselho Fiscal reunir-se-á, no mínimo, uma vez por mês e sempre que se fizer necessário. [. . .]
    FONTE: Estatuto da ASSUFRGS
    URL: http://www.assufrgs.org.br/wp-content/uploads/2011/09/ESTATUTO-DA-ASSUFRGS-AGOSTO2007.pdf

  25. Karen Luana março 19th, 2013 20:58 pm Responder

    Colegas….
    Li todas as maifestações e opiniões…
    me chateia porque enquanto a gente está aqui discutindo um ‘problema” ocorrido em uma nova construção que é de uso coletivo e para o lazer (direito do associado porém de uso opcional)

    O GOVERNO CONTINUA BRINCANDO COM A NOSSA CARA… descumprindo o acordo de greve, desvalorizando nossa carreira e apoiando e fortalecendo um sindicato paralelo (ATENS) que veio para destruir e apagar toda história de luta e conquistas dos nossos sindicatos e que vem ganhando força em todos os estados da nossa federação.

    A questão é que temos que corrigir sim os erros identificados e zelar sempre pelo nosso patrimônio… independente dos coletivos e bandeiras que defendemos, mas o mesmo zelo deve ser aplicado em todas as nossas atividades sindicais sempre visando o bem coletivo e o desenvolvimento e garantia de conquistas para todos nós servidores…

    fiquei pensando se ecrevia ou não, mas daí me lembrei que em todos os momentos em que a “unidade” se fez para garantir que o movimento fosse fortalecido, alcançamos nosso objetivo (coletivo)…. Um ato como a nossa caminhada do CPD até a Reitoria em 2012 deveria se repetir e a nossa participação tbm… ;)

    abraço a todos.

  26. michelle meirelles março 20th, 2013 21:57 pm Responder

    Caro colega Rafael, lamento que sua defesa, com propriedade na condição de advogado, se restrinja a embasar estatutariamente a posição da chapa majoritária de não publicar as notas do conselho fiscal, que são meramente informativas em relação às suas atividades.
    O pior é que o argumento é o mais fraco possível, não querem publicar as notas de um CF eleito pela categoria, que tem demonstrado empenho em cumprir suas obrigações, porque não há nenhuma chapa defendida pela Chapa 1, simples assim!
    Acho isso vergonhoso!
    E embora as pessoas só se lamentem que o espaço está sendo usado para “lavação de roupa suja” penso que as pessoas continuam com práticas abusivas e arbitrárias porque poucos ficam sabendo da verdade, em nome da Unidade, do trabalho de equipe a gente se cala, tenta não expor ninguém usar de diplomacia…mas a realidade é que pessoalmente, cansei de varrer a sujeira pra de baixo do tapete! Quem não quiser q não leia, eu usarei o meu direito de falar.

    1. Rafael Cecagno março 21st, 2013 14:27 pm Responder

      Michele, faço a defesa nestes termos porque não tenho propriedade (no sentido político) sobre os fatos em debate. Mas minha posição não é no sentido de evitar que informações sejam levadas aos associados, apenas acredito que a forma como isso ocorre deve ser seguindo as normas democraticamente positivadas. Sugiro desde já que o Conselho Fiscal denuncie, por escrito, ao Conselho de Delegados e, principalmente, à Assembleia Geral as irregularidades que porventura tenham conhecimento (conforme art. 33, f – Estatuto). Nestes dois fóruns (CD e AG) é assegurado o direito de fala de TODAS as posições.

  27. Rafael Berbigier março 21st, 2013 09:26 am Responder

    Não costumo escrever aqui, mas, lendo o último comentário da Michelle, resolvi fazê-lo. Michelle, para de MENTIR! “a posição da chapa majoritária de não publicar as notas do conselho fiscal” -> isso é MENTIRA. Quero que me digas, Michelle, qual nota do Conselho Fiscal (CF) não foi publicada? Publicamos TODAS as notas do CF. Inclusive, tu fostes consultada por e-mail e a alteração que fizestes na redação da matéria foi suprimir uma frase que, inclusive, tu afirmastes que não era verídica (frase que retiramos, mas que, se tu fores olhar a documentação da ASSUFRGS, era a mais pura verdade).

    Segue e-mail da coordenadora Michelle:

    Em 14 de março de 2013 13:53, escreveu:

    Texto com as devidas alterações.
    Michelle

    REUNIÃO DO CONSELHO FISCAL
    >
    > A Coordenadora Shirley Funk esteve reunida com o Conselho Fiscal, no dia
    > 12 de março, às 9h30min, no auditório da ASSUFRGS. A reunião teve como
    > objetivo tirar dúvidas do Conselho Fiscal sobre o funcionamento da
    > Entidade, Garopaba e questões internas. O encontro foi produtivo.
    >
    > Mantendo a transparência na administração da ASSUFRGS, aproveitamos para
    > divulgar o parecer da TASCA. A referida empresa está fiscalizando as
    > obras na Colônia de Férias da entidade. Ainda, segue o texto solicitado
    > pelo Conselho Fiscal para divulgação.
    >
    > link do parecer da TASCA
    >
    > texto do conselho fiscal
    >
    > A Coordenação
    >

  28. michelle meirelles março 21st, 2013 11:32 am Responder

    Em primeiro lugar já aviso que farei a gentileza de retirar-me deste “fórum” pois algumas pessoas estão ficando muito nervosinhas e agora sim, podemos ver o baixo nível do “debate”.
    Quanto a me chamares de mentirosa deverias ter mais cuidado pois terás que provar que menti, coisa que quem me conhece sabe que não faço!
    Inclusive para seu conhecimento a frase afirmando que não pretendia publicar nada do CF porque isso seria campanha para TRIBO, o que de fato é um equívoco, foi dita diante de pelo menos 5 testemunhas, quando tu não estavas presente, e em nome da sua Chapa, portanto, informe-se melhor antes de entrar no clube das acusações infundadas.
    Quanto a meus ajustes em textos, pois bem, é o meu trabalho! Substituí uma palavra da nota do CF pois, achei que da forma que estava escrito daria uma ideia de que o CF estava “investigando” nossa Coordenadora e por respeito a colega achei por bem substituir, naturalmente falei com o CF porque costumo respeitar meus colegas! Quanto ao trecho que fiz questão de suprimir esclareço sem problemas, dizia que: …”A empresa TASCA foi recomendada pela comissão técnica…” sei que a comissão indicou a contratação de uma empresa fiscalizadora mas dizer que esta empresa era a TASCA é uma INVERDADE! Sendo assim, se eu estiver enganada pedirei desculpas sem problema nenhum, porém não vamos subestimar a inteligência alheia e fazer joguinho de palavras para induzir ao erro que ninguém é burro! Como aplicado aluno de direito que és, sugiro que se lembre que o ônus da prova cabe ao acusador!
    Com esse comentário despeço-me deste debate fiquem a vontade!
    Abrçs

  29. Rosane março 21st, 2013 12:05 pm Responder

    Mediante tais comentários devo informar que apenas as pessoas que estavam presentes no momento em que foi dito sobre as postagens a referido CF sabem do teor proferido, neste caso não me recordo que a pessoa que acusou a coordenadora de Imprensa como “mentirosa”, não se fazia presente. Mas Eu estava.

  30. Rosane março 21st, 2013 12:06 pm Responder

    Mediante tais comentários devo informar que apenas as pessoas que estavam presentes no momento em que foi dito sobre as postagens ao referido CF sabem do teor proferido, neste caso não me recordo que a pessoa que acusou a coordenadora de Imprensa como “mentirosa”, não se fazia presente. Mas Eu estava.

  31. Vânia Guimarães março 21st, 2013 13:16 pm Responder

    É lamentável que um coordenador da entidade,chame outro de mentiroso.Isso tem nome Dano Moral.

    Vânia Guimarães

  32. Rafael Berbigier março 21st, 2013 13:17 pm Responder

    Michelle, tu estás enganada. Está no parecer da Comissão o nome “TASCA”. Realmente, não estava presente na reunião que houve: quando cheguei, já havia acabado. Estava presente na ASSUFRGS antes, no momento em que foi mandado e-mail para ti sobre a matéria, Michelle, ao qual respondestes, conforme postado. A matéria foi postada ANTES da referida reunião, só para esclarecer.

  33. Gilson março 22nd, 2013 09:40 am Responder

    Caros colegas gostaria que a harmania se mantivesse no sindicato, não tirando a razão dos nossos coordenadores como do conselho fiscal , mas escluindo os comentarios dos outros que em vez de
    tentar ajudar a resolver o problema e acalmar os envolvidos ,parecem que querem fazer o contrario.
    Tem muita gente que realmente não tem condições de fazer comentarios , porque são oportunistas e
    querem sim se promover ou promover seu Grupo. O conselho fiscal esta fiscalizando e deve fiscalizar
    mas pediria tambem que pedissem uma auditoria para ver as contas de coordenações muito anteriores tambem ,para que a categoria ficasse a par de tudo que ja rolou desde as primeiras coordenações.

  34. Marisane março 22nd, 2013 11:05 am Responder

    Em uma coisa tenho que concordar com o Gilson, auditoria!!!!!

  35. Carmen Almeida março 22nd, 2013 13:56 pm Responder

    O Gilson tem toda razão, é necessário contratar uma empresa de auditoria , desta forma todos ficarão mais tranquilos, tanto a categoria como todas as coordenações. Da minha parte, como integrante de coordenações anteriores da ASSUFRGS, acho muito boa idéia e que a auditoria reveja tudo desde 1985, quando a categoria passou a fazer parte dessa entidade.

  36. maria de fatima março 22nd, 2013 15:04 pm Responder

    Eu tb tenho concordância com o Gilson, que fazia muito tempo que nao lia algo tão coerente, AUDITORIA JÁ!!!!!!

  37. Ana Lúcia março 25th, 2013 11:14 am Responder

    Uma auditoria externa, excelente ideia!

    A realização de um CONASSUFRGS para discussões de mudanças estatutárias, dentre elas, a proposta de “fim da proporcionalidade na Coordenação” se faz necessária também.

    Um abraço.

Deixe seu comentário

Veja também