Início > Notícias > Servidores Técnico-Administrativos realizam ato ALUSIVO aos 63 dias em Greve, na FACED
Servidores Técnico-Administrativos realizam ato ALUSIVO aos 63 dias em Greve, na FACED

As próximas atividades serão realizadas na FACED, no Barracão da Greve. Dia 16 de agosto, reunião do Comando Local de Greve, às 9h

Os técnico-administrativos em greve há 63 dias realizam hoje, na FACED, Ato Alusivo, com instalação do Barracão, onde será realizada a reunião do Comando Local de Greve, quinta-feira, às 9h, e demais atividades a serem divulgadas.

Hoje, acontece em Brasília, a reunião que definirá os rumos da Greve o Ministério do Planejamento (MPOG) recebeu a contraposta da FASUBRA, na última sexta-feira, dia 10 de agosto, e retorna hoje, com resposta, às 17h, em Brasília.

Quinta-feira, dia 16 de agosto, acontece Assembleia, no RU Campus Centro.

PAUTA DA GREVE
I-Eixo Específico:
- Reajuste Salarial: Recurso para o piso – Piso de 3 Salário Mínimo (SM) e Step de 5%;
- Racionalização dos Cargos;
- Reposicionamento dos Aposentados;
- Mudança do Anexo IV (Incentivo a Qualificação);
- Devolução do Vencimento Básico Complementar Absorvido (Mudança na Lei da Carreira -11.091/05);
- Isonomia Salarial e de Benefícios entre os Três Poderes.

II- Eixo Geral:
- Luta contra a EBSERH;
- Luta contra a Terceirização, por concurso Público já!;
- Lutar por 10% do PIB para Educação;
- Implantação da jornada ininterrupta de trabalho de 30h sem redução de salário;
- Contra a MP 568/12 nos artigos que atingem a redução Salarial dos Médicos e Médicos Veterinários e da Insalubridade/Periculosidade;
- Em defesa da Negociação coletiva, Data Base e definição da política salarial;
- Ascensão Funcional (em defesa da PEC 257/95).

 

 

CONTRAPROPOSTA APRESENTADA PELA FASUBRA, NA ÚLTIMA SEXTA-FEIRA, DIA 10 DE AGOSTO

 

 NÃO ACABOU A GREVE DA EDUCAÇÃO FEDERAL NO BRASIL!e na UFRGS a greve continua!

Servidores técnico-administrativosda UFRGS, da UFCSPA e do IFRS – Campus Porto Alegre ,mantêm o front de luta nacional na capital gaúcha

 Piso salarial da categoria: R$ 1.034,59
Ao contrário do que se tem alardeado, os técnico-administrativos da Educação recebem os PIORES SALÁRIOS do funcionalismo público federal. Realizam, no entanto, um dos serviços melhor reconhecido pela população brasileira. A UFRGS, por exemplo, se destaca em diversos rankings internacionais.
A greve dos professores segue com força em 57 universidades federais e a UFRGS foi uma das únicas que deixou esse movimento.
Mas os demais trabalhadores da UFRGS – dos porteiros aos técnicos de laboratórios de ponta – continuam a greve na universidade, por melhores condições de trabalho.
Desde 2010, não recebemos sequer a reposição da inflação. Apenas na semana passada, e depois de pressões de dois anos consecutivos de movimentos grevistas, pela primeira vez o governo Dilma apresentou uma proposta – que não cobre o que perdemos.
Por isso, lutamos!
Mas… o reitor da UFRGS, de forma antidemocrática, tenta criminalizar os servidores em greve acionando o Poder Judiciário para impedir o acesso e a ocupação de espaços pertencentes a toda a comunidade, inclusive aos trabalhadores da universidade, para suas manifestações. Enquanto nega-se a dialogar conosco, o reitor tenta colocar a sociedade contra o movimento grevista, dizendo que apoia a categoria.
Não seja enganado: nossa luta é pela valorização da Educação!

CLG dos técnico-administrativos da UFRGS, UFCSPA e IFRS – Campus POA

 

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também