Início > Notícias > Frases racistas contra cotas são pichadas na UFRGS
Frases racistas contra cotas são pichadas na UFRGS

A quatro dias de decidir se adota ou não o sistema de cotas raciais e sociais, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul teve alguns de seus prédios pichados contra a medida. As paredes da UFRGS amanheceram com frases como “Negros só se for na cozinha do restaurante universitário”, “Lugar de macaco é no zoológico” e “Voltem pra senzala, cotas não”.

A quatro dias de decidir se adota ou não o sistema de cotas raciais e sociais, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul teve alguns de seus prédios pichados contra a medida. As paredes da UFRGS amanheceram com frases como "Negros só se for na cozinha do restaurante universitário", "Lugar de macaco é no zoológico" e "Voltem pra senzala, cotas não".

O Diretório Central dos Estudantes da Universidade elaborou um dossiê que será entregue ao Ministério Público, denunciando manifestações racistas de um grupo de pessoas que estaria atuando dentro da universidade. O muro de um bar localizado em frente à Faculdade de Direito da UFRGS foi pichado ontem com a seguinte frase: “Negro só se for na cozinha do RU, cotas não”. No mesmo muro, foi pintada uma cruz suástica, símbolo do nazismo. Outra pichação foi feita na rua Sarmento Leite, ao lado do Campus Central da UFRGS, dizendo: “Voltem para a senzala”. Além dessas fotos, o DCE recolheu também manifestações racistas feitas em páginas do Orkut.

Nesta sexta-feira, o Conselho Universitário da UFRGS reúne-se para debater e votar a proposta de adoção de um sistema de cotas raciais para o ingresso na universidade.

Veja também