Início > Notícias > ASSUFRGS adere à Campanha do VOTO NULO nas eleições para Reitor na UFRGS – 14 de junho
ASSUFRGS adere à Campanha do VOTO NULO nas eleições para Reitor na UFRGS – 14 de junho

Confira os locais de votação, no dia 14 de junho. Voto Nulo é pela paridade!

 

 Voto Nulo é pela paridade!

A ASSUFRGS esclarece que a indicação de Voto Nulo para reitor representa um passo pela paridade. Assim, o material divulgado pela campanha da Chapa 1 (Jairton e Ceci), que vincula o voto nulo aos 70 / 15/ 15 e à Chapa 2, desrespeita posição histórica da Assufrgs em defesa da paridade. Nunca a Entidade tomaria uma posição que representasse a manutenção do modelo que dá a técnicos, assim como a alunos, apenas 15% de peso na consulta.

A base definiu em Assembleia Geral a adesão da ASSUFRGS à Campanha do Voto Nulo, como posição que rejeita o modelo 70 / 15 / 15 e reafirma a defesa da paridade entre as três categorias que constroem a UFRGS.

Enquanto entidade representativa, a ASSUFRGS considera fundamental seu posicionamento com relação ao material que está circulando, o qual pode levar a falsas conclusões em torno do posicionamento institucional em prol do Voto Nulo, voto de protesto aos 70/15/15.

A ASSUFRGS defende a paridade e a democratização da Universidade. Paridade Já! e Voto Nulo dia 14!

 

LOCAIS DE VOTAÇÃO:

Laboratório de Informática, sala 116 do Prédio Administrativo

 

Colégio de Aplicação: Sala 207 – Bloco A – 2º Piso

 

Escola de Administração: Saguão

 

Escola de Educação Física: Sala de Reuniões

 

Escola de Enfermagem: Sala 103

 

Escola de Engenharia – Engenharia Nova: Saguão do prédio 11105

 

Escola de Engenharia – Mecânica: Rua Sarmento Leite, 425

 

Escola de Engenharia – 3M: Prédio 74

 

Estação Experimental Agronômica: Estação Experimental Agronômica

 

Faculdade de Agronomia: Prédio Central – Sala AGR08 – 1º andar.

Prédio PG – Sala de Reuniões

 

Faculdade de Arquitetura: Sala 204

 

Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação: Sala 102

 

Faculdade de Ciências Econômicas: Saguão – térreo

 

Faculdade de Direito: Sala dos Professores

 

Faculdade de Educação: Saguão térreo

 

Faculdade de Farmácia: Sala 204 – 2º andar/Sala dos Conselhos

 

Faculdade de Medicina: 3º andar – Sala de Leitura da Biblioteca

 

Faculdade de Odontologia: Saguão

 

Faculdade de Veterinária: Sala 1 do Prédio Mozart Pereira Soares

 

Hospital de Clínicas: Primeiro andar, em frente aos elevadores – área interna.

 

Instituto de Artes: Saguão do prédio do IA

Instituto de Biociências: Sala 102 do prédio 43432

Sala 102 do prédio 43323

Instituto de Ciências Básicas da Saúde: Gabinete da direção

Instituto de Ciências e Tecnologia de Alimentos: Sala de Reuniões/Sala 127

Instituto de Filosofia e Ciências Humanas: Prédio 43311saguão em frente à sala 109

Instituto de Física: Biblioteca – Prédio 43135- Térreo

Instituto de Geociências: Sala 204 do prédio 43113

Instituto de Informática: Sala 102 – 43425

Sala 220 – 43412

Instituto de Letras: Sala 124 do prédio 43221

Instituto de Matemática: Saguão do prédio 43111

Instituto de Pesquisas Hidráulicas: Sala de Reuniões do Prédio de Ensino

Instituto de Psicologia: Saguão

Instituto de Química: Sala A210, prédio 43111

Reitoria: Salão de Festas – 2º andar

Reitoria Anexo I: Saguão da SAE

Reitoria – deficientes visuais: Salão de Festas – 2º andar

Salas de Aula do IFCH, Letras e ICTA: Sala 103 do prédio 43211

FONTE: www.ufrgs/consultareitor2012/onde-votar

Ana Lúcia

Laboratório de Informática, sala 116 do Prédio Administrativo

Colégio de Aplicação: Sala 207 – Bloco A – 2º Piso

Escola de Administração: Saguão

Escola de Educação Física: Sala de Reuniões

Escola de Enfermagem: Sala 103

Escola de Engenharia – Engenharia Nova: Saguão do prédio 11105

Escola de Engenharia – Mecânica: Rua Sarmento Leite, 425

Escola de Engenharia – 3M: Prédio 74

Estação Experimental Agronômica: Estação Experimental Agronômica

Faculdade de Agronomia: Prédio Central – Sala AGR08 – 1º andar.

Prédio PG – Sala de Reuniões

Faculdade de Arquitetura: Sala 204

Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação: Sala 102

Faculdade de Ciências Econômicas: Saguão – térreo

Faculdade de Direito: Sala dos Professores

Faculdade de Educação: Saguão térreo

Faculdade de Farmácia: Sala 204 – 2º andar/Sala dos Conselhos

Faculdade de Medicina: 3º andar – Sala de Leitura da Biblioteca

Faculdade de Odontologia: Saguão

Faculdade de Veterinária: Sala 1 do Prédio Mozart Pereira Soares

Hospital de Clínicas: Primeiro andar, em frente aos elevadores – área interna.

Instituto de Artes: Saguão do prédio do IA

Instituto de Biociências: Sala 102 do prédio 43432

Sala 102 do prédio 43323

Instituto de Ciências Básicas da Saúde: Gabinete da direção

Instituto de Ciências e Tecnologia de Alimentos: Sala de Reuniões/Sala 127

Instituto de Filosofia e Ciências Humanas: Prédio 43311saguão em frente à sala 109

Instituto de Física: Biblioteca – Prédio 43135- Térreo

Instituto de Geociências: Sala 204 do prédio 43113

Instituto de Informática: Sala 102 – 43425

Sala 220 – 43412

Instituto de Letras: Sala 124 do prédio 43221

Instituto de Matemática: Saguão do prédio 43111

Instituto de Pesquisas Hidráulicas: Sala de Reuniões do Prédio de Ensino

Instituto de Psicologia: Saguão

Instituto de Química: Sala A210, prédio 43111

Reitoria: Salão de Festas – 2º andar

Reitoria Anexo I: Saguão da SAE 

Reitoria – deficientes visuais: Salão de Festas – 2º andar 

Salas de Aula do IFCH, Letras e ICTA: Sala 103 do prédio 43211

 

FONTE: www.ufrgs/consultareitor2012/onde-votar

 

A categoria aprovou na Assembleia do dia 31 de maio, na Faculdade de Economia a adesão da ASSUFRGS à Campanha do Voto Nulo, e que seja intensificada a Campanha pela paridade não só em período eleitoral, mas permanentemente.
A luta deverá permanecer até que o conjunto dos servidores alcance seu objetivo.

I – o votante se apresentará à SE com o seu cartão UFRGS e documento de identidade com assinatura para segurança na sua identificação;

II – o votante fará sua identificação na urna eletrônica mediante seu número de cartão da UFRGS e sua senha;

III – o votante registrará seu voto na urna eletrônica escolhendo a sua opção desejada; a urna eletrônica acusará o recebimento do voto através de sinal sonoro;

IV – para finalizar seu voto, o votante assinará a lista de presença relativa à sua categoria, consignando também seu nome legível e seu número de cartão; caso o votante tenha utilizado documento diferente do cartão da UFRGS, será anotado na lista de presença também o número deste documento.

Art. 34 – A identificação e validação de cada votante e sua respectiva categoria se darão através de seu número de cartão da UFRGS e senha.

FONTE: http://www.ufrgs.br/ufrgs/consultareitor2012/como-votar

I – o votante se apresentará à SE com o seu cartão UFRGS e documento de identidade com assinatura para segurança na sua identificação;

II – o votante fará sua identificação na urna eletrônica mediante seu número de cartão da UFRGS e sua senha;

II – o votante registrará seu voto na urna eletrônica escolhendo a sua opção desejada; a urna eletrônica acusará o recebimento do voto através de sinal sonoro;

IV – para finalizar seu voto, o votante assinará a lista de presença relativa à sua categoria, consignando também seu nome legível e seu número de cartão; caso o votante tenha utilizado documento diferente do cartão da UFRGS, será anotado na lista de presença também o número deste documento.

Art. 34 – A identificação e validação de cada votante e sua respectiva categoria se darão através de seu número de cartão da UFRGS e senha.

 

 

blog: http://votonuloufrgs.blogspot.com.br/
perfil no facebook:  http://pt-br.facebook.com/people/Voto-Nulo-Ufrgs/100003898748492
evento no facebook: http://www.facebook.com/events/235961829850419/
página no facebook:   http://www.facebook.com/votonuloufrgs

 

Com informações da Coordenação

17 comentários para "ASSUFRGS adere à Campanha do VOTO NULO nas eleições para Reitor na UFRGS – 14 de junho"

  1. Silvio Corrêa - CIS junho 2nd, 2012 12:12 pm Responder

    A decisão tomada em assembleia da categoria de posicionar-se pela indicação do VOTO NULO nas eleições para reitor é coerente com a história de lutas da Assufrgs Sindicato, e, no meu entender mostrou o grau de amadurecimento desta questão na nossa categoria, em outras eleições vários dos colegas que hoje iniciaram a campanha pelo VOTO NULO apoiaram candidatos(as) que também defendiam mudanças nas regras da eleição, nenhum deles, efetivamente, fez nenhum movimento para alterar estas regras, ficando a discussão da paridade sempre para as vésperas das eleições. A Assufrgs Sindicato ao indicar o VOTO NULO, age de forma pedagógica, mostrando a toda comunidade interna e externa que nós, servidores técnico-administrativos em educação temos consciência da importância dos nossos fazeres e dos nossos saberes na construção da nossa UFRGS. Democracia se constrói é na prática e não em discursos de campanha.

  2. arlete santos junho 2nd, 2012 22:09 pm Responder

    E isto mesmo vamos deixar de se empregados dos professores e sim colegas.Afinal a UFRGS e uma grande instituição graça a todos nós.

  3. Valeri Brando junho 4th, 2012 11:50 am Responder

    Boa! bem que isso poderia estender-se a legisladores, prefeitos e governadores deste pais; Percebemos que nosso peso é o voto e só iremos explorar a fraqueza dessa gente nas urnas, bem que podemos começar este ano com a eleição para prefeitos e vereadores, uma idéia seria divulgar em redes sociais.
    Abraços..

    1. Eugenio Hansen, OFS junho 4th, 2012 13:57 pm Responder

      Paz e bem!
      .
      Valeri:
      .
      Uma diferença fundamental
      entre a eleição para Reitor
      e as eleições para Prefeito, Vereadores etc.
      é que numa o meu voto
      tem o mesmo peso que um Professor Doutor,
      que um Ministro do Supremo, que um Gari.

  4. Eugenio Hansen, OFS junho 4th, 2012 13:58 pm Responder

    Afinal quando a ASSUFRGS
    vai acabar com o uso do horário de Londres?
    São 10h57min.

    1. Valeri Brando junho 7th, 2012 20:21 pm Responder

      Meu amigo Eugenio!

      Sei muito bem a questão do peso, porem a democracia não se reflete na mente dos governantes em nenhum nivel, manda quem tem poder, obedecemos por não te lo.
      Veja bem o que estão fazendo com os tecnicos administrativos das ifes.
      Quem vai nos socorrer deste imperialismo montado em Brasilia.

      1. Paula Vieira junho 11th, 2012 13:03 pm Responder

        Oi, Valeri! Acho que você entendeu errado a colocação do Eugênio. Ele estava se referindo a data e a hora que saem nos comentários. Ao invés de estar escrito, por exemplo, 4 de junho de 2012 10:57 (horário de Brasília) está escrito junho 4th, 2012 13:58 (horário de Londres). Dependendo da plataforma que a Assufrgs usa para administrar o blog, isso é muito simples de ser resolvido.

  5. Paulo Antoniolli junho 4th, 2012 14:56 pm Responder

    A decisão da assembléia retrata bem a indignação da categoria com o sistema traduzido nos 70/15/15, ao longo do tempo.

    Penso que precisamos também levar essa questão aos estudantes e pedir que se engajem na luta. E de igual forma, de modo permanente. Também aos colegas que são omissos ou ainda não se aperceberam. Por incrível que pareça, ainda existem colegas que não sabem nada a respeito dessa questão toda. E acho alunos, muito mais ainda.

    Devemos divulgar mais o texto da famigerada lei 9192/95, do tempo de fhc. Como o apartheid na África do Sul, tal não pode continuar nessa Ufrgs. No país, são 37 das 54 Universidades federais já adotam a paridade na consulta para reitor.

    Todavia, é preciso que se avance mais. A paridade não deve ser só na hora de escolher reitor, diretores, chefias, coordenadores de comissões, etc., mas TAMBÉM NA REPRESENTAÇÃO DOS CONSELHOS, COMISSÕES E DEMAIS INSTÂNCIAS DE DECISÃO. Para tanto, um bom parâmetro é a Lei 11.892/08, que criou os Ifets (atuais Institutos Federais). Ainda não é o ideal, mas já configura um avanço democrático.

    Aqui na Ufrgs, o conservadorismo nesse quesito, é o maior mentor do atraso democrático da instituição.

    Enquanto isso, VOTO NULO sempre! Até que as coisas se indireitem!

  6. BRUNO ROCHA junho 6th, 2012 17:05 pm Responder

    EU JÁ ANULO O MEU VOTO PARA REITOR E DIRETOR HA MUITOS ANOS ,POIS SE O NOSSO VOTO VALE SÓ 15 , ELES OS PROFESSORES ( 70 ) QUE ESCOLHAM E ASSINEM EM BAIXO QUE A ESCOLHA FOI DELES E NÃO DA COMUNIDADE ,E NÃO VENHAM COM CHORUMELAS DEPOIS .
    NA UFRGS OS PROFESSORES ( A GRANDE MAIORIA ) SE ACHAM SUPERIORES AOS FUNCIONÁRIOS E NUNCA IRÃO ACEITAR A PARIDADE DOS VOTOS.
    ABRAÇO
    BRUNO ROCHA

  7. Leonardo junho 8th, 2012 13:26 pm Responder

    Eu também anulo o meu votoa já faz tempo. mas eu tenho uma opinião um pouco diferente, não concordo com a paridade entre as 3 categorias. Professores e técnicos é que deveriam ter a mesma porcentagem. Assim como os docentes, passamos nossa vida profissional na Universidade ao contrário dos alunos que são passageiros.

  8. JOÃO junho 11th, 2012 11:20 am Responder

    Alguém ai sabe como se anula o voto nesta farça de ‘eleição para Rei tor”?????

    1. Paulo Antoniolli junho 12th, 2012 16:03 pm Responder

      No voto eletrônico, quando aparece o layout da urna, existe a tecla NULO. É só escolher essa tecla.

  9. Jacira Gil Bernardes junho 12th, 2012 15:34 pm Responder

    É muito simples João. É só escolher a tecla NULO. Vai ter esta opção

  10. carlos junho 12th, 2012 17:56 pm Responder

    A greve e por paridade ou isonomia salarial?

  11. Paulo Antoniolli junho 12th, 2012 18:30 pm Responder

    Uma coisa não estou entendendo!?
    A decisão, em assembléia, de a associação apoiar o voto nulo para reitor foi tomada no início do mês. Hoje, 12 de junho, faltam dois dias para a consulta/eleição e não percebi nenhuma atividade mais efetiva, de visibilidade, por parte da Assufrgs nesse sentido. Afora alguns poucos cartazes(aqui no Campus Centro), perdidos entre os tantos cartazes do Alex e, em menor proporção, do Jairton, não vi nenhuma ação ou chamamento tanto no site, como numa tentativa de ação conjunta com os estudantes que sempre nos apoiaram.
    Não se procurou chegar à massa universitária da Ufrgs com essa proposta. Tudo o que se viu, até agora, parece ter sido a partir de ações isoladas e sem planejamento e, principalmente, engajamento.

    Será que o fato de que algumas pessoas da coordenação já terem declarado apoio pessoal a uma das chapas concorrentes tem a ver com tal inércia?

    Por outro lado, será que uma ação nesse sentido poderia ser feita como atividade de greve? Isso não seria um elemento catalisador e mobilizador?
    Olha, se for, temos muito pouco tempo.
    A eleição é logo aí, depois de amanhã.

  12. Valeri Brando junho 12th, 2012 22:18 pm Responder

    Oi Paula que tal!
    Não houve nenhum equivoco de mimha parte, o que estavamos discutindo era a disparidade de peso do voto para Reitor, mas como bem ele comentou sobre minha colocação de estender a idéia do voto nulo a outras esferas mostrando me a diferença e a não diferença, porem estamos sendo esmagados por politicos de todos os lados e sei que que o legislativo é formado básicamente por esta gente.
    Desconversar o assunto do voto com medo que a democracia seja rompida; me desculpe, mas ela foi rompida a muito tempo, nós sabemos que sim, poderes e poderes.
    Eles não respeitam a constituição e o pior vão mudando seu texto para enfraquecer o trabalhador.
    Vou te confessar uma coisa; tenho 50 anos de idade e 32 anos de ufrgs fui uma das pessoas que levantava bandeira pelo voto na esperança de estar fazendo a coisa certa, hoje não tenho a mesma esperança.
    Abraços

  13. BRUNO ROCHA junho 14th, 2012 18:05 pm Responder

    A ASSUFRGS , ESTA APOIANDO ALGUM CANDIDATO?
    POIS PARECE QUE TEM COORDENADORES QUE ESTÃO FAZENDO CAMPANHA PARA UM CERTO CANDIDATO , OU EU VI ALGO ERRADO , POIS NO CAMPUS DO VALE PASSEI POR PESSOAS DA COORDENAÇÃO COM ADESIVOS DO ” JAIRTO ” SERÁ !!!!!!!
    O DISCURSO É UM MAS NA PRÁTICA É OUTRA ATITUDE , POR ESTA RAZÃO QUE O MOVIMENTO SINDICAL ESTA PERDENDO A CREDIBILIDADE.

Deixe seu comentário

Veja também